Durante a semana dourada pelo dia 1 de Outubro, a Direcção dos Serviços de Economia (DSE) enviou pessoal para se deslocar aos estabelecimentos comerciais situados em Macau e nas ilhas, no sentido de realizar inquérito relativo aos negócios dos sectores de restauração e comércio a retalho durante a semana dourada, tendo sido inquiridos 1.230 comerciantes. Os locais envolvidos no presente inquérito abrangem 13 zonas mais visitadas e consumidas pelos turistas, como as Portas do Cerco, Rotunda de Carlos da Maia, Rua de Pedro Nolasco da Silva, Avenida do Conselheiro Ferreira de Almeida, Avenida de Almeida Ribeiro, Praia Grande, Baixa da Taipa, resort hotels and shoppes situados na zona do Cotai, entre outros. Os resultados do inquérito revelaram que a semana dourada produziu uma função impulsionadora para os sectores de restauração e comércio a retalho, registando uma subida no fluxo de pessoas e valor de transacção relativamente aos dias normais, representando, porém, uma queda face ao período homólogo do ano transacto. Além disso, verificou-se que, durante a semana dourada, o fluxo de pessoas e o volume de negócios das lojas na maioria das zonas têm uma relação de proporcionalidade directa.

Em termos do fluxo de pessoas, entre as 1.230 lojas inquiridas, 50% das quais (615 lojas) manifestaram haver uma maior movimentação na loja, com o aumento médio de 27%. Essas lojas estão situadas nas zonas principais mais visitadas pelos turistas, designadamente, nos centros comercias distribuídos na zona do Cotai, Rua de Pedro Nolasco da Silva e Largo do Senado, Ruínas de S. Paulo, Avenida de Almeida Ribeiro, Praia Grande, etc. De entre estas inquiridas, 34% das lojas indicaram que houve uma movimentação de pessoas semelhante à verificada nos dias normais, e 16% manifestaram uma redução de movimentação na loja. De um modo geral, registou-se um acréscimo médio de 8% no fluxo de pessoas em todos os estabelecimentos comerciais inquiridos em relação aos dias normais.

No que diz respeito ao valor de transacção, 40% das lojas inquiridas, ou seja, 492 lojas, registaram uma subida média de 23% no valor de transacção face aos dias normais, 43% das lojas registaram um valor de transacção semelhante ao verificado nos dias normais, enquanto 17% sofreram uma queda no valor de transacção. Na vertente do tipo de comércio a retalho, as indústrias com maior aumento de volume de negócios são as de vestuários e sapatos, armazéns e quinquilharias, restauração, artigos de ourivesaria e relógios, nas quais, a indústria de vestuários e sapatos cujo valor de transacção registou a maior subida de 11%. No que concerne às zonas em que se situam as lojas, as zonas com maior aumento de volume de negócios são resort hotels and shoppes distribuídos na zona do Cotai, Rua de Pedro Nolasco da Silva e Largo do Senado, Ruínas de S. Paulo, Avenida de Almeida Ribeiro, Praia Grande, e Rua do Cunha da Taipa, de entre estas zonas, verificou-se a maior subida de 22% registada nos resort hotels and shoppes distribuídos na zona do Cotai. De um modo geral, houve uma subida de 4% no valor médio de transacção em todos os estabelecimentos comerciais inquiridos face aos dias normais.

Em conclusão, a semana dourada pelo dia 1 de Outubro produziu um efeito impulsionador para os sectores de restauração e comércio a retalho de Macau, registando-se um aumento no fluxo de pessoas e valor de transacção relativamente aos dias normais. De ponto de vista do fluxo de pessoas e do valor de transacção, as lojas situadas nos resort hotels and shoppes na zona do Cotai, Rua de Pedro Nolasco da Silva e Largo do Senado, Ruínas de S. Paulo, Avenida de Almeida Ribeiro, Praia Grande e Rua do Cunha beneficiaram dos efeitos da semana dourada. Verificou-se que, durante a semana dourada, o fluxo de pessoas e o volume de negócios das lojas na maioria das zonas têm uma relação de proporcionalidade directa, ou seja, as lojas que receberam mais pessoas do que nos dias normais, o seu volume de negócios também registou um aumento em certa medida.



Situação de resposta, pelos inquiridos, à variação do fluxo de pessoas durante a semana dourada




Situação de resposta, pelos inquiridos, à variação do valor de transacção durante a semana dourada

Fonte : Direcção dos Serviços de Economia